Número de candidatos homens é 5 vezes maior que candidatas

A maior diferença é na concorrência ao cargo de governador do Estado. Em Pernambuco, por exemplo, de 11 candidaturas, oito são masculinas e apenas três femininas

qua, 17/08/2022 - 17:27
Divulgação/TSE Urna eletrônica Divulgação/TSE

A quantidade de candidaturas masculinas para o cargo de governador é cinco vezes maior que o de candidaturas femininas nestas eleições de 2022, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

O cargo foi o que apresentou maior diferença entre os gêneros na disputa deste ano. Dos 223 registros de candidatos para governo dos estados, 185 são homens e apenas 38 são mulheres. Em Pernambuco, por exemplo, de 11 candidaturas, oito são masculinas e apenas três femininas. 

Das 28.288 candidaturas apresentadas para todos os cargos, 67% são homens (18.866) e 33% de mulheres (9.415).

O número geral é próximo do mínimo exigido pela legislação da cota mínima de 30% de mulheres na lista de candidatos do partido. Ainda que as mulheres representem 51% da população brasileira, apenas três em cada 10 candidaturas são femininas, segundo o IBGE. 

O segundo cargo com maior diferença entre os gêneros é o de governador, com 76% (179) homens e 24% (55) mulheres. 

Já os cargos com menor diferença são o de vice-presidente, com sete representantes homens e cinco mulheres, e o de vice-governador, com 60% (134) homens e 40% (89) mulheres. 

A análise considera os pedidos de registro de candidatura apresentados à Justiça Eleitoral até a última segunda-feira (15), que foi o prazo final para a inscrição. Os valores ainda podem ser alterados na medida que as últimas fichas forem inseridas no sistema. 

Pequeno crescimento

Mesmo que o número de candidatas tenha sido o maior nas últimas eleições gerais, o percentual de candidaturas femininas comparadas a este ano cresceu apenas um ponto percentual em relação a 2018. O número saiu de 32% para 33%.

COMENTÁRIOS dos leitores