Barroso se desculpa por curtir post criticando Bolsonaro

O episódio aconteceu nesse domingo (28) e o ministro foi acusado de fomentar a crise institucional entre os Poderes da República

seg, 29/06/2020 - 12:39
Agência Brasil/Arquivo Agência Brasil/Arquivo

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, usou o Twitter, nesta segunda-feira (29), para se desculpar por ter curtido uma publicação com uma fala acusatória ao presidente Jair Bolsonaro. O episódio aconteceu nesse domingo (28) e Barroso foi acusado de fomentar a crise institucional entre os Poderes da República. 

O ministro curtiu um post da Revista IstoÉ que apresentava uma fala do deputado federal Kim Kataguiri (SP). Nela, Kim dizia: "O sonho de Bolsonaro é fechar Congresso e STF, mas ele não tem apoio popular nem das Forças Armadas para isso".

Após isso, o nome de Barroso figurou um dos assuntos mais comentados do microblog e segue até o início da tarde desta segunda entre os mais mencionados da rede social. O ministro foi alvo de duras críticas por parte de bolsonaristas. 

Ao se explicar, o presidente do TSE escreveu: "Curti ontem um post sem querer. Ainda estou me adaptando a esta rede. Não curto posts com conteúdo de polarização política. Ao contrário, busco contribuir para o aprimoramento das instituições e para o debate racional de ideias. Agradeço a quem me alertou sobre o engano."

COMENTÁRIOS dos leitores