Governo recorrerá de decisão sobre DPVAT, diz Bolsonaro

Presidente, no entanto, não deixou claro qual decisão da Corte sobre o seguro será questionada

sex, 03/01/2020 - 11:10
Chico Peixoto/LeiaJáImagens/Arquivo Chico Peixoto/LeiaJáImagens/Arquivo

O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta sexta-feira (3), que o governo vai recorrer de decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT). No entanto, Bolsonaro não deixou claro qual decisão da Corte sobre o seguro será questionada.

"É lógico (que o governo) vai recorrer. A Advocacia-Geral da União, o próprio nome diz, é para defender o governo. Conversei com André Mendonça ministro da AGU. Ele vai questionar essa questão no Supremo. Não reclamo decisões do Supremo, eu respeito", disse.

Em 19 de dezembro, o plenário do STF decidiu suspender medida provisória (MP) que acabava com o DPVAT. Já em 31 de dezembro, o presidente da Corte, Dias Toffoli, suspendeu a resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados que reduziu o valor do mesmo seguro.

Na visão de Toffoli, a redução da alíquota seria subterfúgio da administração para não cumprir a suspensão dos efeitos da MP. O presidente não apontou qual destas decisões será questionada.

O ministro da AGU, André Luiz Mendonça, já afirmou, no entanto, que o governo não recorrerá da decisão do plenário do STF, que suspendeu a MP.

COMENTÁRIOS dos leitores