Gleisi diz que Moro era 'chefe da Lava Jato'

A deputada federal Gleisi Hoffmann (PT) fez uma série de críticas a Sergio Moro, mas os apoiadores do ministro não gostaram

qua, 26/06/2019 - 10:29
Reprodução/Facebook/Gleisi Hoffmann Hoffmann é atual presidente nacional do PT Reprodução/Facebook/Gleisi Hoffmann

A deputada federal e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, afirmou nesta terça-feira (25), durante audiência com o jornalista Glenn Greenwald na Câmara Federal, que Sergio Moro não era juiz federal, mas sim chefe da Operação Lava Jato.

A afirmação de Hoffmann causou burburinho nas redes sociais e está repercutindo durante a manhã desta quarta-feira (26). “Moro não era um juiz, era o chefe da Lava Jato e não há paralelo no mundo de um magistrado que atue dessa maneira”, disparou a parlamentar.

Greenwald foi convidado para responder questões de 39 deputados na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara. Além da fala de Gleisi, outras participações também foram polêmicas. A exemplo da deputada federal Carla Zambelli (PSL), que saiu do local após questionar ao jornalista por um áudio e ele dizer que ela não vai gostar quando ele disponibilizar o material.

“A lei do retorno está valendo e está sendo provado que Moro conduzia a acusação contra Lula ao seu bel prazer”, complementou Hoffmann, que foi bastante criticada por apoiadores do governo.

“Cala boca sua amante corrupta. O povo cansou de trabalhar para sua quadrilha, roubar tudo. Roubaram o dinheiro da saúde, educação e segurança. Tem que prender o resto da quadrilha isso sim”, escreveu um usuário no Twitter.

“E você, quando foi a Rússia, com nosso dinheiro. Divulgou? E quando você foi à Venezuela, na posse do ditador, divulgou? E antes das visitas íntimas à Curitiba, você divulga sua agenda? Sua abelhuda”, questionou outra internauta.

COMENTÁRIOS dos leitores