Bolsonaro se nega a usar IBGE e faz pesquisa no Facebook

O presidente disse que pretende medir, através de uma pesquisa na sua página do Facebook, a opinião dos brasileiros sobre o fim dos radares nas estradas federais do Brasil

por Pedro Bezerra Souza sex, 07/06/2019 - 13:00
Marcos Corrêa/PR O presidente é favorável ao fim dos radares em estradas federais Marcos Corrêa/PR

Crítico ferrenho do trabalho desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) decidiu utilizar seu perfil pessoal no Facebook para medir o apoio da população a uma ação governamental a ser implementada.

Nessa quinta-feira (6), o líder brasileiro perguntou a população dos seus seguidores sobre o fim de radares nas estradas federais do Brasil. Mais de 20 milhões de usuários seguem a página do presidente no Facebook.

"Se você gosta de pagar multa, né, ainda mais nesse padrão escondido, bota lá que é a favor do radar móvel. Se tu é contrário, vota o contrário. Vai servir inclusive, né, pra decidir se teremos ou não radares móveis no Brasil. No meu voto, eu vou votar para acabar com o radar móvel", disse o presidente em uma transmissão na rede social.

A amostra dos seguidores do presidente, do ponto de vista estatístico, não é representativa de todo o país. Ela exclui, por exemplo, 35% da população brasileira que não tem acesso à internet, além daqueles que nem seguem a página de Bolsonaro.

Ainda assim, Bolsonaro, em Buenos Aires, afirmou que vai promover em sua página na rede uma enquete para os radares móveis.

COMENTÁRIOS dos leitores