Queiroz se escondeu em favela dominada por milícia

A informação é do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo

por Taciana Carvalho seg, 21/01/2019 - 17:16

   A pergunta “Cadê o Queiroz?” dominou as redes sociais após o jornal O Estado de S. Paulo revelar que o ex-assessor e ex-motorista do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), Fabrício Queiroz, movimentou R$ 1,2 milhão em sua conta, de acordo com relatório do Conselho de Atividades Financeiras (Coaf), divulgado no início de dezembro do ano passado. Queiroz ficou sumido por um tempo e até hoje é questionado onde ele estava nesse período até se internar, em São Paulo, para o tratamento de um câncer. 

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do O Globo, o ex-assessor de Flávio teria se "escondido" por cerca de duas semanas na favela de Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. De acordo com as informações, essa é a segunda maior favela da cidade e é dominada, da primeira à última rua, pela milícia mais antiga do Rio de Janeiro. 

O caso Queiroz veio à tona a partir da investigação iniciada com a Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, que analisa a ação de deputados estaduais da Alerj em contratos. Por sua vez, o ex-assessor se defendeu afirmando que “fazia dinheiro”.

“Eu faço dinheiro. Eu faço, assim, eu compro, revendo, compro, revendo. Compro carro, revendo carro. Eu sempre fui assim. Sempre. Eu gosto muito de comprar carro em seguradora”, chegou a dizer em entrevista ao SBT.

COMENTÁRIOS dos leitores