De 423 candidatas donas de casa, apenas duas foram eleitas

Desde 1997, os partidos são obrigados a ter 30% de candidatas mulheres nas coligações

por Nataly Simões qua, 10/10/2018 - 13:04

Apenas duas candidatas donas de casa foram eleitas nas eleições deste ano, de 423 que estavam aptas a concorrer aos cargos de deputada estadual e federal em todo o país, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Edna Macedo (PRB) e Letícia Aguiar (PSL) foram eleitas deputadas estaduais por São Paulo, com 84.144 votos e 60.909 votos, respectivamente.

Em 2018, o número de candidatas donas de casa teve uma queda de 1,6% em relação às eleições de 2014, quando 430 tentaram se eleger. Naquele ano, somente Dulce Miranda (MDB) foi eleita, como deputada federal por Tocantins, com 40.719 votos.

Desde 1997, os partidos são obrigados a ter 30% de candidatas mulheres nas coligações. Além disso, o número de mulheres eleitas para o Senado se manteve nas eleições deste ano, mas, de acordo com dados do TSE, a presença feminina aumentou na Câmara e nas Assembleias.

Na Câmara, o número passou de 51 para 77 deputadas eleitas. Entretanto, três estados não elegeram nenhuma parlamentar para o cargo: Amazonas, Maranhão e Sergipe.

COMENTÁRIOS dos leitores