Mulher trans ameaça expor ex que apoiam Bolsonaro

Lara Pertille tem recebido ameaças após publicar vídeos anunciando sua posição

por Paula Brasileiro sab, 15/09/2018 - 13:28
Reprodução/Instagram Lara Pertille A jornalista falou, em vídeo, sobre sua indignação Reprodução/Instagram Lara Pertille

A jornalista transexual Lara Pertille, de São Paulo, deu um ultimato nas redes sociais. Ela anunciou que vai expor todos os seus ex que manifestarem apoio ao candidato Jair Bolsonaro (PSL). A decisão de Lara repercutiu bastante na internet e ela chegou a receber ameaças. 

Tudo começou quando um ex da jornalista publicou uma mensagem apoiando o candidato. Ela comentou a postagem dizendo: "Oi? Vamos relembrar o passado?"; o rapaz, então, apagou a postagem, excluiu Lara de seus contatos e voltou a repetir a mesma publicação. Foi aí que ela resolveu compartilhar um vídeo como forma de protesto, ameaçando divulgar os nomes dos ex que declararem apoio ao mesmo candidato: "Se eu abrir minha boca, não vai sobrar pedra sobre pedra", disse. 

Após a repercussão do vídeo, Lara perdeu alguns seguidores - segundo ela, homens com quem já havia se relacionado -, e também passou a ser ameaçada. "As ameaças vieram em massa, do tipo: 'tem que morrer mesmo', 'o tal candidato tem que ganhar para exterminar esse povo da face da terra'. Não são essas ameaças que vão calar a minha boca. Eu resisto todos os dias. Eu estou tirando print de tudo e já mandei para o meu advogado", disse, em entrevista ao Catraca Livre. 

De fato, as ameaças não amedrontaram Lara e ela continua postando vídeos, em suas redes sociais, abordando o tema. Em um deles, ela diz, indignada: "Vocês apoiam candidato machista, trasnfóbico, porque ele é um reflexo do seu caráter. O que eu não consigo entender é a hipocrisia de vocês pra cima da classe transexual. Vote em quem você quiser, mas não venha procurar travesti e transexual para suprir as necessidades sexuais de vocês. Assumam suas posições. Família tradicional brasileira, onde?"

COMENTÁRIOS dos leitores