Turquia vai exigir testes negativos para viagens ao país

A medida começa na próxima segunda-feira (28) e está prevista para durar até março

sex, 25/12/2020 - 20:00

A Turquia anunciou novas exigências para viagens internacionais, com o objetivo de conter a disseminação da Covid-19. O país vai começar a exigir que visitantes estrangeiros apresentem um teste negativo da doença para autorizar sua entrada em solo turco. A medida começa na próxima segunda-feira (28) e está prevista para durar até março.

O ministro da Saúde local, Fahrettin Koca, postou um comunicado nesta sexta-feira (25), pelo Twitter, dizendo que os viajantes precisarão apresentar um resultado negativo do teste - tipo PCR - para entrar no país. O teste precisa ser feito 72 horas antes do embarque para a Turquia. Anteriormente, o governo não fazia exigências nesse sentido.

A Turquia tem uma das piores taxas de infecção do mundo, com uma média semanal superior a 20 mil casos diários. O número total de mortos no país é de 19.371, segundo estatísticas oficiais.

Marrocos

Já o Marrocos anunciou que adquiriu 65 milhões de doses das vacinas desenvolvidas pela chinesa Sinopharm e pela britânica AstraZeneca. O reino localizado no norte da África se prepara para lançar um plano de vacinação que visa imunizar 80% da população adulta do país.

O ministro da Saúde marroquino, Khalid Ait Taleb, fez o anúncio em uma reunião de gabinete na quinta-feira (24). O governo não indicou se as vacinas foram compradas ou fornecidas pela Covax, o projeto global para fornecer vacinas aos países em desenvolvimento, ou uma combinação de ambos. O ministério informou hoje que o Marrocos ainda não recebeu as vacinas.

Chefe do departamento de virologia da Universidade Hassan II, em Casablanca, e membro do comitê científico do governo para combate à Covid-19, Mustapha Ennaji Moulay disse que os reguladores estão revisando a documentação da vacina da Sinopharm, e que o programa de vacinação está previsto para começar nos próximos dias.

COMENTÁRIOS dos leitores