França prorroga confinamento até 11 de maio

As fronteiras da França com países não europeus permanecerão fechadas "até segunda ordem"

seg, 13/04/2020 - 17:56
Martin BUREAU Monitores exibem pronunciamento do presidente francês, Emmanuel Macron, em frente a uma máscara facial e uma garrafa com álcool em gel, em Paris, 13 de abril de 2020 Martin BUREAU

O presidente francês, Emmanuel Macron, prorrogou até 11 de maio as estritas medidas de confinamento para combater a epidemia do novo coronavírus, que já deixou 15.000 mortos na França.

"Em 11 de maio próximo será o início de uma nova etapa. Será progressiva e as regras poderão ser adaptadas em função dos resultados", disse Macron em discurso televisionado nesta segunda-feira (13).

A partir de 11 de maio, a França reabrirá "progressivamente" creches e escolas do país, mas universidades, restaurantes e cafés vão permanecer fechados.

As fronteiras da França com países não europeus permanecerão fechadas "até segunda ordem".

Há quatro semanas, os 67 milhões de franceses vivem confinados em suas casas e só podem sair para trabalhar quando não é possível fazê-lo à distância ou realizar atividades básicas como comprar comida, remédios ou fazer uma hora de exercício físico diário.

A França beira os 15.000 mortos por COVID-19 desde o início da pandemia e nas últimas 24 horas registrou 574 óbitos.

No entanto, o número de pessoas em cuidados intensivos registrou uma diminuição, com "24 pacientes a menos", segundo cifras da direção geral de Saúde, que destaca que a epidemia se situa em um "platô elevado".

COMENTÁRIOS dos leitores