PE reforça pedido de isolamento para 'retardar curva'

Pernambuco registrou as primeiras três mortes ocasionadas pelo coronavírus

por Luan Amaral qui, 26/03/2020 - 20:16
Rafael Bandeira/LeiaJáImagens/Arquivo Pernambuco registrou as primeiras três mortes ocasionadas pelo coronavírus Rafael Bandeira/LeiaJáImagens/Arquivo

Depois da confirmação de dois novos casos e dois óbitos de coronavírus em Pernambuco, a mesa composta pelo Secretário de Saúde Estadual, André Longo, o Secretário de Saúde do Recife, Jaílson Correia, e o infectologista do Hospital Oswaldo Cruz Demetrius Montenegro, alinhou o discurso e endossaram o pedido para que as pessoas sigam isoladas evitando contato durante a pandemia.  

“Importante salientarmos o isolamento social evitando que avós tenham contato mais íntimo com os netos. Crianças, como tem grande percentual de ter o vírus de forma assintomática pode passar o vírus para os avós", afirma o infectologista Demetrius Montenegro dando um dos exemplo das formas de contágio. 

Já André Longo, citou que a quarentena diminui o contágio desafogando desta forma os hospitais do estado: “A gente quer acreditar que a população pode contribuir com esse esforço para que a gente evite uma sobrecarga maior no sistema de saúde fazendo com a curva da pandemia possa ser retardada”. 

O secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia declarou que uma ferramenta criada pela Prefeitura do Recife é capaz de mapear a mobilidade das pessoas através do celular e que dessa forma é possível identificar locais em que o fluxo esteja grande para que a orientação seja  reforçada. 

“As pessoas precisam assumir suas responsabilidades com as ações que são necessárias de higiene, de etiqueta respiratória e de restrição das suas atividades", finalizou André Longo.

COMENTÁRIOS dos leitores