Greve paralisa transporte público no interior de SP

Como consequência, muitas escolas estavam sem aulas. Milhares de trabalhadores não conseguiram se deslocar ao serviço

sex, 14/06/2019 - 08:54

A greve contra a reforma da Previdência paralisou o transporte coletivo em cidades do interior paulista na manhã desta sexta-feira (14). Como consequência, muitas escolas estavam sem aulas. Milhares de trabalhadores não conseguiram se deslocar ao serviço.

Em Sorocaba, os 350 ônibus que operam o transporte coletivo não saíram das garagens das empresas. Os terminais de passageiros foram fechados. Cerca de 120 mil pessoas ficaram sem o serviço. A prefeitura informou que uma liminar dada pela Justiça, obrigando 70% da frota a circular nos horários de pico, não estava sendo cumprida. Linhas de transporte intermunicipal também foram afetadas. Empresas de fretamento retiveram os veículos nas garagens.

Em Itapetininga, os ônibus do transporte público municipal e rodoviário também pararam. Em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, a paralisação no transporte coletivo também foi total. Às 7 horas, nenhum ônibus havia saído das garagens. A prefeitura informou que os grevistas descumpriam determinação judicial para que um mínimo de ônibus circulasse. O transporte coletivo foi paralisado também em Taubaté e Jacareí.

COMENTÁRIOS dos leitores