“Belém dos Nossos Sonhos” discute o futuro da cidade

Evento reuniu diversos grupos que defendem a sustentabilidade em busca de qualidade de vida na capital paraense

seg, 27/05/2019 - 10:10

Com organização da Associação Amigos de Belém, foi realizada no dia 23 de maio a primeira edição do evento “Belém dos Nossos Sonhos”. Tendo o saneamento como foco, o encontro ocorreu no auditório David Mufarrej, localizado no campus Alcindo Cacela da UNAMA – Universidade da Amazônia, em Belém.

A proposta, segundo os organizadores, foi reunir líderes comunitários, moradores de Belém, catadores de resíduos, especialistas, pesquisadores e outros interessados em pensar soluções para a cidade.

O fundador e presidente da Amigos de Belém, Paulo Pinho, informou que a ONG existe há seis anos e tem a missão de amar Belém por meio de atitudes. É uma associação sem fins lucrativos e sem ligações partidárias que propõe ações para melhorar a qualidade de vida.

Para Paulo Pinho, o ciclo de trabalho da ONG tem cinco estágios: discussão, sonho, pacto, implantação e revisão. “Nesse primeiro encontro, nós discutimos e sonhamos maneiras de solucionar os problemas constantes de saneamento de Belém. Em seguida, vamos dar continuidade ao projeto, através do comprometimento e da divisão de tarefas entre os participantes, da implantação das ações e da revisão de tudo que foi feito”, afirmou o presidente.

“A previsão do encerramento das atividades do aterro sanitário de Marituba é no dia 31 de maio e nós podemos ficar sem local para a destinação dos nossos resíduos. Uma parte da solução desse problema está na mobilização da sociedade em, por exemplo, fazer coleta seletiva e tomar outras iniciativas", assinalou Igor Charles, um dos palestrantes do evento e professor de pós-graduação do curso Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente. 

A ação da ONG Amigos de Belém tem o objetivo de provocar e estimular os cidadãos em prol de iniciativas sustentáveis fora do âmbito do poder público. "Nosso objetivo é mobilizar o máximo de pessoas”, assinalou Igor. Na opinião dele, é importante que a cidade se torne cada vez mais sustentável e que as soluções partam também da sala de aula e da discussão de alunos com professores.

Ted Vale, fundador do Instituto Alachaster – que também atua em Belém e desenvolve ações de sustentabilidade, abrangendo os setores da gestão de resíduos sólidos, compostagem, horta urbana, intervenções agroecológicas e projetos socioambientais de um modo geral –, participou do evento como parceiro da Amigos de Belém. “Nós trabalhamos com a ONG Amigos de Belém desde 2016 em projetos de coleta seletiva. A maneira como a gente se relaciona como o lixo afeta diretamente a questão de saneamento e a gente sabe que a nossa cidade precisa avançar nesse sentido. Além disso, nós também precisamos avançar em outras áreas que estão correlacionadas com essa problemática. É essencial nós estarmos aqui dialogando sobre esses assuntos”, explicou.

Por Ana Luiza Imbelloni.

 

COMENTÁRIOS dos leitores