Saiba os cuidados ao usar o cartão de crédito no Carnaval

Foliões devem ficar atentos para não serem vítimas de golpes ao compras alimentos e bebidas

por Nataly Simões ter, 26/02/2019 - 17:24
Pixabay Caso o consumidor seja vítima de alguma fraude, ele deve entrar em contato com seu banco o mais rápido possível Pixabay

Muitos consumidores preferem o cartão de crédito ao dinheiro na hora de fazer compras. No entanto, em épocas festivas, como o Carnaval, é importante ter cautela ao adquirir alimentos e bebidas, pois comerciantes mal-intencionados podem se aproveitar das aglomerações para aplicar golpes.

A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) alerta que ao entregar o cartão para pagamento, o cliente deve ficar atento para não perdê-lo de vista. "A maquininha deve estar visível e você deve acompanhar a operação. Desconfie caso o cartão seja passado mais de uma vez na máquina. Além disso, o cliente deve conferir os valores expressos no comprovante e se o cartão devolvido é realmente o seu", recomenda o órgão em nota enviada ao LeiaJá SP.

O Procon-SP orienta que o consumidor também deve observar se os números da senha aparecem na tela da maquininha no momento em que ele a digita, pois isso não pode ocorrer. "Antes de inserir sua senha confira se o valor da conta foi digitado corretamente e procure memorizar a senha em vez de guardá-la junto ao cartão. Não é aconselhável também emprestar o cartão para outras pessoas", acrescenta a instituição.

Caso o folião seja vítima de alguma fraude no cartão de crédito, o advogado especialista em Direito do Consumidor e professor da Univeritas/UNG, Ageu Camargo, orienta que ele entre em contato com seu banco o mais rápido possível. "O consumidor deve comunicar imediatamente o emissor do cartão para bloqueio temporário de eventuais compras, bem como contestar qualquer compra que o consumidor não reconheça", explica.

Para se prevenir de golpes, o consumidor também deve fiscalizar a máquina que realiza a transação. "Para isso, basta se certificar de que o nome do fornecedor que aparece no comprovante da compra impresso pela máquina coincide com o nome do estabelecimento comercial", esclarece.

Outra dica importante para o consumidor, segundo Camargo, é colocar uma fita adesiva na parte de trás do cartão, onde fica o código de segurança. Isso evita que pessoas mal-intencionadas salvem os dados do cartão, incluindo o código de segurança, para realizar compras online.

COMENTÁRIOS dos leitores