Homem esfaqueado pela namorada pede acusada em casamento

Durante o julgamento, a vítima formalizou o pedido de casamento e implorou ao tribunal para que não a condenasse

por Victor Gouveia qua, 16/01/2019 - 10:04
Pixabay Em entrevista ao Mirror, ela garantiu que não tinha intenção de matá-lo Pixabay

Após receber 13 facadas da namorada, a vítima, identificada apenas como Shakur, implorou ao tribunal de Nizhnekamsk, na Rússia, para que não a condenasse. Mesmo ferido em diversas partes do corpo e tendo que ser hospitalizado por três semanas, ele aproveitou o julgamento para pedi-la em casamento, pois não queria que a amada fosse parar na prisão.

O promotor Airat Bikmurzin disse ao tribunal que “a mulher acusada não conseguiu cumprir sua intenção criminosa devido a circunstâncias que ela dificilmente poderia influenciar”. Isso por que a ré, que não teve a identidade revelada, relatou que o ataque foi motivado por uma briga, enquanto estava alcoolizada.

Em entrevista ao Mirror, ela garantiu que não tinha intenção de matá-lo. A condenação pelo crime pode ser de até seis anos.

COMENTÁRIOS dos leitores