Cresce o número de empregos para pessoas negras

O índice são dos anos de 2016 e 2017

por Beatriz Gouvêa qua, 31/10/2018 - 13:59

O número de empregos formais para pretos e pardos teve um aumento entre 2016 e 2017, de acordo com informações da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), órgão ligado ao Ministério do Trabalho e Emprego. Já brancos e amarelos tiveram índices negativos no número de vagas.

A taxa de empregos para pretos foi de 35,8 mil, totalizando um crescimento de 1,87%. Para pardos o número foi de 39,2 mil, resultando em 0,32% de aumento. Já para a população branca, a diferença entre vagas formais criadas e fechadas teve diminuição de 494 mil, resultando em 2,54% de baixa. Para quem se declarou amarela, foram 14,5 mil vagas a menos, sendo uma queda de 5,3%.

No que tange a escolaridade, o crescimento de vagas formais para pretos com ensino superior foi maior, chegando a 8,6% em comparação aos últimos dois anos. Entre os pardos, o aumento foi de 2,9%. Para brancos, a taxa ficou estável, em 0,1%. Entre as pessoas com ensino médio, o aumento foi de 4,3% para pretos e 1,9% para pardos.

A região Sudeste foi a maior para pretos e pardos empregados, com 6,7 milhões.

COMENTÁRIOS dos leitores