Indonésia: Mais de 500 ficam presos em vulcão após tremor

Já o número de mortos no terremoto subiu para 15

seg, 30/07/2018 - 09:02
AULIA AHMAD/AFP Mais de 800 pessoas tinham se registrado para escalar o vulcão naquele dia e foram surpreendidas pelo terremoto AULIA AHMAD/AFP

Mais de 500 turistas estão presos no Monte Rinjani, graças a deslizamentos de terra causados pelo terremoto de magnitude 6.4 na escala Richter que atingiu a ilha de Lombok, na Indonésia, no último domingo (29).

O balanço de vítimas da tragédia subiu para 15, depois de um estudante morrer em mais um deslizamento.

Segundo o diretor do Parque Nacional do Monte Rinjani, Sudiyono, mais de 800 pessoas tinham se registrado para escalar o vulcão naquele dia e foram surpreendidas pelo terremoto. Somente 300 conseguiram descer para o vale.

"De acordo com as informações que recebemos dos sobreviventes, mais de 500 pessoas ainda estão presas na montanha e se encontram perto do lago vulcânico Segara Anakan", afirmou Sudiyono. As equipes de socorro trabalham sem descanso e devem chegar aos turistas na tarde desta segunda-feira (30). 

Da Ansa

COMENTÁRIOS dos leitores