Ceará fica sem vacina contra gripe

O lote de 42,9 mil vacinas recebido somente em Fortaleza, no último sábado (28), durou apenas três dias

por Jefférson Sales sex, 04/05/2018 - 11:32

A campanha de vacinação contra influenza começou no dia 20 de abril, mas a quantidade de doces ofertada pelas unidades de saúde foi insuficiente para atender a demanda no Ceará. Uma nova remessa está prevista para chegar entre sexta e sábado, totalizando 720 mil vacinas. Fortaleza é a segunda capital com maior cobertura vacinal do pais.

O lote de 42,9 mil vacinas recebido somente em Fortaleza, no último sábado (28), durou apenas três dias. Na quinta (3) já não era possível encontrar a vacina disponível em nenhum posto de saúde da cidade. A busca da população se justifica pela alerta da Secretaria da Saúde do Estado, com o objetivo de prevenir a gripe. Foram 90 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causadas pela influenza, e do subtipo H1N1 foram 75.

A campanha, de início, prioriza grupos de riscos. Pessoas a partir de 60 anos; crianças de seis meses e maiores de cinco anos; trabalhadores de saúde; professores; povos indígenas; gestantes de até 45 dias próximos do parto; detidos; jovens que cumprem medida socioeducativas (de 12 a 21 anos) e funcionários do sistema prisional.

As vacinas para pessoas fora do grupo de risco serão disponibilizadas em junho.

COMENTÁRIOS dos leitores