PMs acusados da morte de jovens são absolvidos por júri

Os três policiais eram acusados de dois homicídios e 12 tentativas

por Naiane Nascimento ter, 12/04/2016 - 19:30

Desde as primeiras horas desta terça-feira (12), a 1ª Vara do Tribunal do Júri da Capital, no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, recebeu o julgamento de três policiais acusados de cometerem dois homicídios consumados e 12 tentativas de homicídio. Os crimes aconteceram em 2006. 

Dez anos depois dos crimes, Edvaldo Coelho Pereira Magalhães, Thiago Jackson Araújo e Weldes Felipe de Barros Silva, os três policiais receberam julgamento e ao final, próximo às 19h, o júri -composto por sete pessoas - decidiu pela absolvição dos acusados. 

Relembre o caso

De acordo com denúncias, no dia 28 de fevereiro de 2006, 14 adolescentes foram obrigados a atravessar a nado o Rio Capibaribe, ameaçados com revólver, a partir da Ponte Joaquim Cardoso, na Ilha Joana Bezerra. Por não saberem nadar, os jovens Diogo Rosendo Pereira e Zinael José da Silva morreram afogados. Os corpos foram encontrados no dia seguinte, no mesmo rio, nas imediações da ponte da Torre. 

LeiaJá também

--> PMs acusados de matar jovens em 2006 são julgados hoje

 

 

 

COMENTÁRIOS dos leitores