Presidente do Náutico diz ter sido agredido por organizada

Presidente do clube lamentou ocorrido e garantiu ter feito queixa a policia

por Luan Amaral seg, 25/03/2019 - 13:47
Chico Peixoto/LeiaJáImagens Edno Melo foi agredido na sede do Náutico Chico Peixoto/LeiaJáImagens

O presidente do Clube Náutico Capibaribe, Edno Melo, relatou que sofreu ameaças e foi agredido por torcedores da Fanáutico, torcida organizada do clube, após negar a distribuição de ingressos.

Segundo o presidente Edno, em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira (25) à Radio Jornal, a situação aconteceu dentro da sede do clube antes do início do confronto com o Vitória pelas quartas de finais do Pernambucano que terminou com o placar de 3x0 para o Timbu.

“Não damos guarida nem ingressos a torcida organizada. Eles me abordaram na saída do estádio, dentro da sede, e me ameaçaram pedindo ingressos. Prestei queixa na polícia. Houve empurrão, mas graças a Deus chegou alguns torcedores que tiraram eles de perto”, relatou Edno Melo.

O presidente garantiu que junto com a queixa apresentada à Polícia Civil encaminhou imagens das câmeras de vigilância que comprovam a agressão.

“O que me deixa triste foi a maneira que fui abordado dentro da sede no momento positivo com 15 jogos sem perder por 4 ou 5 criminosos”, finalizou.

LeiaJá também

--> Vitória contra o Altos encaminha a classificação do Náutico

COMENTÁRIOS dos leitores