André brinca: 'Não dá mais para comer Big Mac todo dia'

De volta em forma, atacante conta que objetivo é fazer ainda mais gols pelo Sport em 2018

por Renato Torres sex, 19/01/2018 - 17:34
Williams Aguiar/Sport Atacante se mostra em forma já nos primeiros testes da temporada Williams Aguiar/Sport

O período de férias dos jogadores costuma causar dores de cabeça aos funcionários que trabalham com a parte física no futebol. É normal que alguns se excedam durante as festividades de final de ano e voltem com alguns quilos a mais. Não é o caso do atacante André. O artilheiro leonino na última temporada se mostrou tão bem quanto terminou 2017. E a vontade de continuar atuando em alto nível é a mesma que se viu no seu retorno ao clube em janeiro do ano passado.

"Eu não imaginava quantos gols iria fazer no ano passado, inclusive nem lembro quantos fiz. Falar em números cria uma expectativa e a minha é ir bem neste ano para ser melhor do que foi o ano passado", declarou o camisa 90, que não tem a menor intenção de herdar a 87 do companheiro que deixou o clube.

"É um número importante para o clube, mas deixa ela lá mesmo, eu prefiro a 90 que me dá sorte. Quando eu cheguei ao clube quis fazer um ano melhor que 2015 e consegui. E o objetivo desse ano é ser ainda melhor. Serão menos jogos, então vai ser difícil, porém vamos atrás", comentou André.

Sobre a dieta para se manter em forma durante o recesso, o centroavante de 27 anos diz já conhecer suas limitações, o que o segura de 'enfiar o pé na jaca'. "Ano passado foi meu melhor ano fisicamente e hoje não tenho mais 22 anos, não dá para comer BigMac todo dia. Estou me cuidando muito mais. Voltei igual como saí, o que é importante. Você dá um passo a frente na preparação", contou.

Essa preparação se torna essencial para poder acompanhar os principais parceiros de equipe na equipe do técnico Nelsinho que já deixou uma coisa clara; será um time rápido. E o Leão vai precisar correr para não passar o mesmo sufoco que teve em 2017 para permanecer na primeira divisão.

"Pela característica do Marlone, é o cara que encosta mais na frente, que já me conhece bem e eu conheço ele. O Rithely me procura bastante também, então são os dois pois são os que mais me conhecem. O time está ganhando uma cara de ser rápido, de contra-ataque, mas é só o começo, não dá para falar de futuro. Queremos correr menos riscos que o ano passado", garantiu o atacante.

LeiaJá também

---> 'Começar pontuando é sempre importante', prega Marlone

---> FPF garante que estádios de Pernambuco estão em condições de jogo

COMENTÁRIOS dos leitores