Holandesa fatura bicampeonato nos 200 metros no Mundial

A final, sem participação de brasileiras, foi marcada pelo forte equilíbrio entre Schippers e Marie-Josee Ta Lou, da Costa do Marfim

sex, 11/08/2017 - 18:34

A holandesa Dafne Schippers voltou a reinar na prova dos 200 metros. Nesta sexta-feira, ela se sagrou bicampeã mundial no Estádio Olímpico de Londres, um ano depois de amargar a medalha de prata nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

A final, sem participação de brasileiras, foi marcada pelo forte equilíbrio entre Schippers e Marie-Josee Ta Lou, da Costa do Marfim. Lado a lado na pista, elas brigaram até os metros finais. A holandesa venceu com o tempo de 22s05, enquanto a marfinense levou a prata com 22s08. Shaunae Miller-Uibo, de Bahamas, ficou com o bronze, com 22s15.

Nos 3.000 metros com obstáculos, a norte-americana Emma Coburn liderou uma dobradinha inesperada o seu país no pódio. Ela anotou o tempo de 9min02s58, sendo seguida pela compatriota Courtney Frerichs, com 9min03s77. O bronze foi para a queniana Hyvin Kiyeng Jepkemoi, com 9min04s03.

Nas semifinais dos 800 metros, a sul-africana Caster Semenya confirmou sua vaga na final com o melhor tempo, de 1min58s90. Atual campeã olímpica, ela tenta o segundo título mundial na prova. O primeiro veio em 2009, em Berlim.

No masculino, o polonês Pawel Fajdek conquistou a medalha de ouro no lançamento de martelo. Ele lançou a uma distância de 79,81 metros. A prata ficou com o russo Valeriy Pronkin, que compete por bandeira neutra neste Mundial, com 78,16 metros. E o bronze foi para o polonês Wojciech Nowicki, com 78,03m.

No decatlo, o Brasil contava com dois representantes. Mas Jefferson Santos desistiu antes mesmo de começar a disputa e Luiz Alberto de Araújo abandonou a disputa no salto em distância.

Ao fim do primeiro dia de disputas da prova, o francês Kevin Mayer lidera o geral, com 4.478 pontos. E os alemães Kai Kazmirek, com 4.421, e Rico Freimuth, com 4.361, vêm logo na sequência.

COMENTÁRIOS dos leitores