Corinthians vence de virada e reassume a liderança

Agência Estadopor Agência Estado dom, 30/10/2011 - 17:22

Foi chorado, suado e na base da raça, mas o Corinthians conseguiu vencer e reassumir a liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, debaixo de muita chuva no estádio do Pacaembu, o time paulista derrotou de virada o Avaí por 2 a 1 e, ao término da 32.ª rodada, voltou ao primeiro lugar beneficiado pelo empate sem gols do Vasco com o São Paulo, no Rio de Janeiro.

Faltando seis jogos para o final do Brasileirão, Corinthians e Vasco somam 58 pontos cada, sendo que os paulistas levam vantagem no número de vitórias - o primeiro critério de desempate (17 a 16). Na próxima rodada, o Corinthians viaja até Uberlândia (MG) para enfrentar o lanterna América-MG e o time carioca joga contra o Santos, na Vila Belmiro. Já o Avaí, seriamente ameaçado de rebaixamento, segue na 19.ª e penúltima colocação, com 29 pontos.

Antes da partida, o Corinthians prestou uma homenagem ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, fanático torcedor do clube, que teve um tumor na laringe diagnosticado neste final de semana. Lula inicia nesta segunda-feira o tratamento com quimioterapia em um hospital de São Paulo e viu de casa o seu time entrar em campo com uma faixa com os dizeres "Força, Lula".

O JOGO

Empurrado pela torcida, que lotou o Pacaembu mais uma vez, o Corinthians começou a partida como deveria por jogar em casa e exerceu pressão na saída de bola do Avaí. No entanto, muito desorganizado e tentando chegar de qualquer forma, não conseguia criar chances de gol. E foi punido, aos 12 minutos, em uma jogada bem trabalhada dos catarinenses. Lincoln lançou William dentro da área, que ajeitou para trás para Robinho chutar cruzado e rasteiro no canto esquerdo de Júlio César.

Na sequência, Liedson quase marcou o gol de empate em uma bicicleta, mas foi o máximo que o Corinthians chegou perto da meta defendida por Felipe. Um verdadeiro dilúvio caiu sob o Pacaembu, o que fez os torcedores corintianos se inflamarem ainda mais. No entanto, dificultou a tarefa do clube paulista de atacar e furar o sistema defensivo do Avaí. E o time perdeu Jorge Henrique por contusão - entrou Emerson, que não jogava há cinco partidas.

Na segunda etapa, já sem chuva, o que já era difícil para o Corinthians virou um drama com a expulsão do zagueiro Leandro Castán, logo aos cinco minutos, por segurar William, que seguia livre para a área depois de uma falha da zaga corintiana.

Mesmo com um jogador a mais, o Avaí não teve coragem de atacar e preferiu se defender mais para garantir o resultado, que o deixava mais próximo de sair da zona de rebaixamento. Como consequência, o Corinthians foi para cima e contou com o bom futebol mostrado por Emerson, que virou o armador de jogadas da equipe e fez o gol de empate, aos 16 minutos, em um belo chute no ângulo de Felipe.

Na base da raça, o Corinthians não quis saber de se preocupar com a defesa e atacou de todas as maneiras. Inclusive com maior frequência nas bolas aéreas, que na maioria das vezes não dava certo. Mas, justamente em uma delas, aos 32 minutos, saiu o gol da vitória. Após escanteio batido pelo lado direito, a bola sobrou para Liedson, que cabeceou por cima de Felipe. O goleiro caiu para trás e tirou a bola depois que ela havia ultrapassado a linha.

A partir daí, Tite resolveu fechar o time e colocou o zagueiro Wallace e o volante Edenílson. O Avaí tentou dar mais força ofensiva com as entradas de Robert e Leandro Lima e fez pressão. Por pouco não conseguiu o empate, mas a sorte neste domingo estava com o Corinthians.

Ficha técnica

Corinthians 2 x 1 Avaí

Corinthians - Júlio César; Welder, Paulo André, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Jorge Henrique (Emerson), Willian (Edenílson) e Liedson (Wallace). Técnico: Tite.

Avaí - Felipe; Daniel, Cláudio Caçapa, Gian e Fernandinho; Diogo Orlando, Junior Urso (Fabiano), Lincoln e Robinho (Leandro Lima); Cleverson (Robert) e William. Técnico: Toninho Cecílio.

Gols - Robinho, aos 12 minutos do primeiro tempo; Emerson, aos 16, e Liedson, aos 32 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Emerson, Paulo André e Willian (Corinthians); Daniel, Cláudio Caçapa e Júnior Urso (Avaí).

Cartão vermelho - Leandro Castán (Corinthians).

Árbitro - Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS).

Renda - R$ 1.190.728,00.

Público - 33.373 pagantes (36.700 no total).

Local - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

COMENTÁRIOS dos leitores