'Roma' leva Oscar de melhor filme estrangeiro

O drama autobiográfico de Cuarón, considerado favorito nesta categoria, superou "Cafernaum" (Líbano), "Assunto de Família" (Japão), "Guerra Fria" (Polônia) e "Nunca deixe de lembrar" (Alemanha)

seg, 25/02/2019 - 07:13
VALERIE MACON O mexicano Alfonso Cuarón recebe o Oscar de melhor filme estrangeiro na 91ª cerimônia dos prêmios da Academia no Teatro Dolby, em Hollywood, 24 de fevereiro de 2019 VALERIE MACON

"Roma", do cineasta mexicano Alfonso Cuarón, levou neste domingo (24) o Oscar de melhor filme estrangeiro, o segundo prêmio da noite para o longa, considerado o grande favorito da 91ª cerimônia de premiação da Academia de Hollywood, com dez indicações.

O drama autobiográfico de Cuarón, considerado favorito nesta categoria, superou "Cafernaum" (Líbano), "Assunto de Família" (Japão), "Guerra Fria" (Polônia) e "Nunca deixe de lembrar" (Alemanha).

A entrega das cobiçadas estatuetas douradas começou com Regina King, vencedora na categoria de melhor atriz coadjuvante por sua interpretação no drama "Se a Rua Beale falasse".

King, de 48 anos, indicada pela primeira vez, superou a mexicana Marina de Tavira por "Roma", Amy Adams por "Vice" e Emma Stone e Rachel Weisz por "A favorita".

A atriz tem arrasado na temporada de premiações e era favorita ao prêmio máximo do cinema americano pela interpretação de uma mãe que defende o namorado da filha, injustamente acusado de estupro.

"Estar aqui representando um dos artistas mais grandiosos de nosso tempo, James Baldwin, é um pouco surreal", disse King em alusão ao autor do romance que Barry Jenkins adaptou e adaptou para o cinema.

O filme foi indicado em três categorias, incluindo melhor roteiro adaptado por Jenkins e melhor trilha sonora.

A cerimônia começou com um show da banda Queen, que abriu a noite interpretando "We Will Rock You", cantado pelo líder do grupo, Adam Lambert.

A banda, na qual se baseia um dos indicados a Melhor Filme, "Bohemian Rhapsody", também empolgou o público na sequência ao interpretar outro sucesso, "We Are The Champions".

Mas para levar a estatueta, terá que desbancar o favoritismo de 'Roma'.

Se o longa em preto e branco autobiográfico de Cuarón ficar com o principal prêmio da noite, será a primeira vez que uma produção não falada em inglês será contemplada.

COMENTÁRIOS dos leitores