Padre Fábio conta que Síndrome do Pânico mexeu com sua fé

'Não queria mais ser padre', disse ele ao relembrar os piores momentos da doença psicológica

por Ana Tereza Moraes seg, 21/08/2017 - 10:24
Reprodução/Globo 'A gente acaba virando escravo do medo', relata o Padre sobre a doença Reprodução/Globo

Padre Fábio de Melo disse estar se tratando de uma Síndrome do Pânico após passar por momentos de muita dificuldade por conta do transtorno psicológico. O religioso conta que em um dos seus períodos de crise ele chegou até mesmo a questionar sua vocação divina. “Eu pensava que não queria mais ser padre. Pensava: 'Não tenho mais coragem de enfrentar as pessoas, de ser quem eu sou'”, revelou em entrevista ao Fantástico. No entanto, garante: “Hoje estou mais confiante, retomei essa fé que me move”.

A síndrome começou a atingir o padre em 2015, após sua irmã Aparecida cometer suicídio. Com o tempo, os sintomas foram se tornando mais presentes e o religioso precisou recorrer a remédios para seguir com suas atividades cotidianas. A última crise de pânico aconteceu há cerca de um mês, quando estava no avião para Fortaleza. Ao retornar para casa, ele conta que chegou a se esconder debaixo da cama, tamanho o pavor que sentia. "A gente acaba virando escravo do medo", relata, referindo-se à condição médica.

Nos momentos mais difíceis, o religioso mais popular da internet recorria à mãe. “Teve um dia que meu desespero era tão grande que eu não queria falar com outra pessoa que não fosse ela. Eu sou o Padre Fábio de Melo, eu tenho muita responsabilidade como padre, mas eu continho sendo o Fabinho pra minha mãe”, comenta ele. 

LeiaJá também

--> Padre Fábio fala sobre exorcismo e vaidade com Bial

--> Jornalista lança livro sobre o padre Fábio de Melo

COMENTÁRIOS dos leitores