Adriano Oliveira

Adriano Oliveira

Conjuntura e Estratégias

Perfil:Doutor em Ciência Política. Professor da UFPE - Departamento de Ciência Política. Coordenador do Núcleo de Estudos de Estratégias e Política Eleitoral da UFPE.

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Podcast: Qual é a estratégia do Intercept e a prisão do ex-presidente Lula

Cientista questiona a falta de regularidade dos vazamentos

Adriano Oliveiraseg, 12/08/2019 - 09:15

No podcast desta segunda-feira (12), o cientista político Adriano Oliveira questiona a estratégia que o site The Intercept Brasil usa para a divulgação dos diálogos dos atores da Lava Jato. Há alguns meses, o site divulga trechos de diálogos reveladores que mostraram que o Ministério Público tinha intencionalidade em muitas ações da Lava Jato que, entre outros, condenou e prendeu o ex-presidente Lula sem provas, conforme avaliação de Adriano. Entretanto, a falta de regularidade do material exposto faz com que o assunto não seja avaliado da melhor forma.

O cientista pontua que não afirma que inexistiu corrupção no PT e nos outros partidos julgados pela operação, porém, a intencionalidade e a falta de provas objetivas é chamativa. Ontem (11) um grupo de juristas assinou manifesto questionando a Lava Jato e a prisão de Lula, afirmando que não foi dentro das regras do estado de direito.

Para Adriano, Lula parece confiar que esses vazamentos possam soltá-lo, uma vez que o político disse não querer regime semiaberto, pois acredita que poderá ter o julgamento anulado. Para isso, precisa-se do apoio da opinião pública e da imprensa, que só se mostrarão favoráveis se houver vazamentos mais intensos por parte do Intercept.

O programa Descomplicando a política é exibido na fanpage do LeiaJá, em vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h. Além disso, também é apresentado em duas edições no formato de podcast, as segundas e sextas-feiras. 

Confira mais uma análise a seguir: 

COMENTÁRIOS dos leitores