"O sono é o cofre das recordações." Jules Renard, Novelista

O título e a citação com as quais iniciamos a nossa coluna deixam claro o que pretendemos abordar.

Inicialmente queremos incentivá-lo a dormir, para aprender, pois, é fundamental para o armazenamento das memórias no cérebro o repouso. Podemos usando uma metáfora, dizer que o sono é realmente o cofre das recordações ou memórias, com citou Renard.

Nos dias de hoje em que somos bombardeados com muitas informações e o universo de atividades diferentes, temos dificuldade de escolher e principalmente de termos concentração naquilo que pretendemos dar ênfase. Entretanto, não basta você ler, estudar horas e horas a fio, se não houver um sono que facilite a aprendizagem. É certo dizer que não sou um especialista em sono, mas, como educador, me interessa e muito sobre as condições em que a aprendizagem pode ser favorecida e nesse diapasão, não posso deixar de lado a influência do – sono – na aprendizagem.

Vou novamente valer-me de um infográfico para continuar mostrando como o sono pode ajudá-lo a estudar e aprender. O artigo publicado não é novo ou recente, mas, mostra que essa minha preocupação não é de hoje, ou por causa da coluna. Vamos a ele:

Parece estranho falar em dormir para aprender, mas essa é uma situação e real e a cada dia mais importante para que os jovens tenham a consciência disso, bem como os pais e responsáveis possam conversar e orientá-los.

Recentemente li um texto e gostaria de compartilhar com vocês:

Os cientistas estão cada vez mais convictos da importância do sono para a aprendizagem. Mas a maioria dos pais insistem em não colocar limites no uso da tecnologia pelos filhos. Ou seja, muitas são as crianças e adolescentes que passam horas e horas, no período da noite, no facebook ( de modo especial) ou navegando na internet, entretidos com jogos. Deixando de fazer o que é mais importante para o aprendizado, depois da sala de aula e dos estudos em casa: o sono, o repouso. (https://cremp.wordpress.com/tag/sono-e-aprendizagem/)

Não pretendo dizer ou insinuar que sou contra o uso das tecnologias, facebook, jogos, etc, ao contrário, minha intenção é contribuir para um melhor desempenho nos estudos e, até, mesmo na vida, posto que o sono contribua para que o cérebro trace estratégias de sobrevivência.

Por favor, releia o infográfico e reflita sobre isso.

Na próxima coluna vamos misturar sono e música. Curta o vídeo abaixo, dance e espere a próxima coluna.

Até mais.

 

COMENTÁRIOS dos leitores