Livraria envia obra com 'corte de 25%' ao MEC

Além do livro rasgado, a livraria também enviou uma carta ao ministro

por Camilla de Assis qui, 16/05/2019 - 18:31

Uma livraria localizada na cidade do Rio de Janeiro fez uma postagem em suas redes sociais, nesta quinta-feira (16), sobre um livro que supostamente seria enviado ao ministro da Educação, Abraham Weintraub. A obra, entretanto, teve uma parte, literalmente, rasgada. A justificativa para o defeito seria a difícil situação das livrarias no Brasil.

A postagem, no Facebook, já conta com mais de dez mil curtidas. Além do livro rasgado, a livraria também enviou uma carta ao ministro. A obra é "A Metamorfose", do escrito tcheco Franz Kafka, anteriormente confundido com "Kafta" pelo representante da pasta. "Antecipadamente, pedimos desculpas pelo corte de 25% no livro, mas a situação das livrarias brasileiras está difícil. Temos certeza que isso não impedirá sua leitura atenta e apaixonada", diz o bilhete.

Confira abaixo a carta na íntegra:

"Rio de Janeiro, 16 de maio de 2019.



Excelentíssimo sr. Ministro da Educação Abraham Weintraub



Conhecendo seu apreço pela educação, em especial pela leitura de Franz Kafka, tomamos a liberdade de enviar para vossa excelência um exemplar de uma nova edição do grande clássico do escritor tcheco de expressão alemã, A metamorfose. 



Antecipadamente, pedimos desculpas pelo corte de 25% no livro, mas a situação das livrarias brasileiras está difícil. Temos certeza que isso não impedirá sua leitura atenta e apaixonada.



Com a mais sincera estima,



Livreiros da Leonardo da Vinci"

COMENTÁRIOS dos leitores