Palestras promovem inclusão de surdos no Agreste de PE

Além de palestras, debates e apresentações serão realizadas em diversas escolas públicas do interior do estado

por Jameson Ramos ter, 25/09/2018 - 09:02
Divulgação Tudo preparado por algumas instituições, com apoio do Centro Educacional de Ensino em Libras (Ceeli) Divulgação

Comemorando o Setembro Azul, momento de atenção à necessidade de inclusão social dos surdos na sociedade, o Centro Educacional de Ensino em Libras (Ceeli), em parceria com algumas instituições, realiza uma semana de programações voltadas para maior visibilidade e reflexão sobre estas pessoas no Agreste pernambucano. A programação que começa nesta terça (25) e segue até ao longo de toda semana, contará com palestras, debates e apresentações; tudo preparado por uma gama de instituições.

Nesta terça-feira (25), em Caruaru, às 9h da manhã, estudantes educadores da Escola Municipal de Tempo Integral Professor Rubem de Lima Barros, realizarão uma roda de diálogo sobre a inclusão do surdo. Às 14h será a vez da Escola Municipal Professor Luiz Pessoa da Silva, com o professor e Intérprete de Libras, Álvaro Ferreira.

Também em Caruaru, na quarta-feira (26), Dia Nacional do Surdo, o 2º Seminário do Setembro Azul será aberto ao público com debates, palestras e apresentações no Centro Acadêmico do Agreste (UFPE/CAA). No evento, serão disutidos vários temas voltados a educação de surdos, língua, cultura e identidade surda. A programação começa a partir das 8h e segue até às 16h. As inscrições, gratuitas, podem ser feitas através do formulário online.

Em São Joaquim do Monte, também no Agreste pernambucano, uma programação especial está preparada para a sexta-feira (28), a partir das 9h, na Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Frei Epifânio. Às 14h será a vez do Centro Educacional Frei Damião, também com a presença do palestrante Álvaro Ferreira. 

A cidade de Limoeiro, na Zona da Mata pernambucana, recebe o encerramento da semana especial no sábado (29), com evento no Centro Educacional de Ensino em Libras (Ceeli) com apresentações teatrais, homenagens aos professores surdos e uma confraternização, a partir das 9h da manhã.

COMENTÁRIOS dos leitores