Senado aprova Medida Provisória que reforma o Fies

As mudanças visam reduzir os subsídios do governo ao Fies

Agência Senadopor Lara Tôrres qui, 09/11/2017 - 08:56
Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo Para a relatora, senadora Lúcia Vânia (PSB-GO), o atual formato do Fies é insustentável Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (8) projeto de lei de conversão à Medida Provisória 785/2017 que modifica as condições de pagamento do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).  

Entre as alterações está o fim da carência de 18 meses para o início do pagamento da dívida após a formatura do estudante, a mudança na cobrança dos juros e a possibilidade de desconto em folha. As mudanças visam reduzir os subsídios do governo ao Fies.

Para a relatora da matéria, senadora Lúcia Vânia (PSB-GO), o atual formato do Fies é insustentável. Já a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) criticou o fim da carência. Para ela, a mudança vai “interditar cada vez mais oportunidades que os jovens pobres deste país têm de acessar a universidade”, reclamou.

LeiaJá também 

--> Fies terá novas regras para estudante e faculdade em 2018

--> Medida aprovada na Câmara retira carência do Fies

COMENTÁRIOS dos leitores