UFPE solicita que prédios ocupados sejam reabertos

Segundo a reitoria, acordo assinado no MPF prevê que unidades funcionem mesmo ocupadas. Caso contrário, acionará a justiça por uma reintegração de posse

qua, 30/11/2016 - 17:30

Em nota publicada no site oficial, a reitoria da Universidade Federal de Pernambuco solicita aos estudantes que ocuparam as unidades, que permitam o retorno do funcionamento regular dos prédios. Segundo a instituição, a medida faz parte do acordo assinado com os advogados dos alunos, a Defensoria Pública da União e a Polícia Militar, no Ministério Público Federal. Caso os estudantes não permitam a retomada das atividades, a UFPE irá acionar a justiça para conseguir a reintegração de posse das unidades.

Sexta-feira (2), até as 17h. Este é o prazo que a reitoria irá esperar para que as ocupações permitam o funcionamento das unidades da instituição. Segundo a UFPE, o termo, assinado no último dia 28, com os advogados dos alunos, a Defensoria Pública da União e a Polícia Militar, no MPF, prevê, em sua quarta cláusula, "o direito de livre manifestação dos estudantes e o respeito às funcionalidades dos prédios ocupados".

A reitoria afirma que prioriza o diálogo com os alunos e apoia o trabalho das comissões locais de negociação. Já existe uma comissão formada pela Administração Central que busca o entendimento com os estudantes, a fim de reabrir a livre circulação nos prédios ocupados.

COMENTÁRIOS dos leitores