Paschoal sobre Coaf: "Não façam tempestade em copo d’água"

A deputada Janaina Paschoal acalmou seus seguidores sobre a situação do Conselho de Controle de Atividades Financeiras

sex, 10/05/2019 - 15:07
Reprodução/Facebook/Janaina Paschoal Além de deputada, Paschoal é uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff Reprodução/Facebook/Janaina Paschoal

A deputada estadual pelo estado de São Paulo, Janaina Paschoal (PSL), utilizou seu perfil oficial no Twitter nesta sexta-feira (10) para falar sobre os últimos acontecimentos envolvendo o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

 “Muitas pessoas enviando mensagens, preocupadas, ouso dizer, quase desesperadas, em virtude de o Coaf não ter ficado com o Ministro Moro. Algumas temem que ele deixe o Governo. Eu digo: Calma, turma!”, iniciou a parlamentar.

Janaina, que também é uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff em 2016, pediu que a população não se exaltasse sem necessidade. “Não façam tempestade em copo d'água. Eu preferiria que o Coaf ficasse na pasta em que está Sérgio Moro? Sim. O Coaf com Sérgio Moro potencializaria as investigações? Sim. Mas pensem, o Coaf nunca esteve com o Ministério da Justiça e as investigações caminharam”, explicou Paschoal.

“Procurem olhar em perspectiva. Sérgio Moro, apesar de ser um ministro jovem, tem muita experiência. Sair de um Ministério pela não permanência do Coaf não condiz com sua história. Seria um comportamento de criança e não o de um ministro de Estado”, analisou.

Janaina aproveitou para tecer outros comentários sobre o trabalho de Moro. “Desde que Moro foi indicado, venho explicando que ele não é um ministro de Governo, mas de Estado. Aos poucos, a sociedade vai compreendendo a diferença. Um ministro de Estado sabe que, quanto maiores forem as manobras para forçá-lo a desistir, maior a necessidade de ficar”, finalizou.

COMENTÁRIOS dos leitores