Moro evita comentar julgamento do habeas corpus de Lula

"Isso faz parte do meu passado", disparou o ex-juiz que foi responsável pela condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

ter, 04/12/2018 - 14:05
ERNESTO RODRIGUES/ESTADÃO CONTEÚDO ERNESTO RODRIGUES/ESTADÃO CONTEÚDO

O futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou que questões relativas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fazem parte do seu passado. Moro, então responsável pelas ações da Lava Jato em primeira instância, deixou oficialmente o cargo de juiz há cerca de duas semanas.

"A questão relativa ao ex-presidente Lula pertence à Justiça e não ao ministério. Isso faz parte do meu passado e não tenho nada a dizer a esse respeito", respondeu ao ser questionado por jornalistas.

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) analisa nesta terça-feira (4) um novo habeas corpus apresentado pela defesa de Lula. No pedido, os advogados do petista querem a anulação dos atos do ex-juiz Sérgio Moro, que condenou Lula no caso do triplex do Guarujá.

Apresentado no início de novembro, o processo de Lula pede que seja reconhecida a suposta "perda da imparcialidade" do ex-juiz federal, anulando-se todos os atos do então magistrado no caso do triplex e em outras ações penais que miram o petista. Caso seja atendido, o pedido resultaria na liberdade do petista.

Na semana passada, a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo a rejeição ao pedido.

COMENTÁRIOS dos leitores