Operação prende ex-vereador por corrupção em Paulista

Outras quatro pessoas também foram detidas durante a Operação Chaminé, da Polícia Civil. Elas são suspeitas de integrar uma organização criminosa que praticava corrupção ativa e passiva, fraude em licitação, lavagem de capital e peculato em Paulista

por Giselly Santos sex, 10/08/2018 - 08:32

Cinco suspeitos de fazer parte de um grupo criminoso que atuava praticando crimes de corrupção ativa e passiva, fraude em licitação, lavagem de capital e peculato, além de associação criminosa foram presos, nesta sexta-feira (10), durante a Operação Chaminé, da Polícia Civil. A organização, de acordo com informações preliminares, agia na Câmara Municipal de Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR). 

Entre os presos, estão o ex-vereador Iranildo Donicio de Lima e um político que foi candidato a prefeito de Araçoiaba, também na RMR, mas que ainda não teve o nome revelado. 

De acordo com a investigação, a Câmara de Vereadores contratava a empresa de construção civil e o desvio de dinheiro era a partir dela. Segundo o delegado Sérgio Ricardo, Diretor Integrado Metropolitano, ela funcionava em um depósito de água e é considerada empresa de fachada. Sérgio Ricardo ainda disse que o desvio envolvendo em princípio foi estimado em R$ 700 mil, mas o prejuízo pode chegar a R$ 5 milhões.

Além dos cinco mandados de prisão, a operação cumpre dez de busca e apreensão domiciliar, todos expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Paulista. Os mandados foram cumpridos nos municípios de Igarassu, Paulista, Araçoiaba e Jaboatão dos Guararapes. 

De acordo com a polícia, a investigação teve início em abril deste ano. As pessoas presas e os materiais apreendidos foram levados para o prédio-sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife. 

COMENTÁRIOS dos leitores