Temer sobre Raul Henry e FBC: ‘vou fazer com que se olhem’

O presidente disse que a legenda sempre teve divergências internas, mas depois se reunifica. O vice-governador Raul Henry e o senador Fernando Bezerra Coelho vão acompanhar a agenda de Michel Temer em Cabrobó

por Giselly Santos sex, 02/02/2018 - 10:28
Lula Marques/AGPT Temer vem a Pernambuco nesta sexta Lula Marques/AGPT

A agenda do presidente Michel Temer (MDB) em Pernambuco nesta sexta-feira (2) colocará o vice-governador Raul Henry e o senador Fernando Bezerra Coelho no mesmo palanque. Os dois viraram desafetos políticos depois que o senador ingressou no MDB e deixou claro o desejo de assumir o comando do partido no Estado, atualmente gerido por Raul Henry. Além disso, Bezerra Coelho quer disputar o governo, desfazendo a aliança emedebista com o PSB. 

“Vou fazer com que se olhem, tem sido a minha atividade”, afirmou o presidente, em entrevista à Rádio Jornal, ao ser questionado como vai lidar com a situação. “Sabe que eu presidi muito tempo o PMDB [sic], que é um partido com muitas divergências, mas sempre conseguia reunificar as pessoas. Tenho certeza que aos poucos as pessoas vão se acertando procurarei fazer o possível para que haja o ajustamento entre eles”, completou Michel Temer. 

Caso se confirme, a passagem do comando do MDB para o senador será por intervenção da nacional e tem o apoio do presidente e senador, Romero Jucá (RR). O caso foi levado à Justiça por Raul Henry. No mês passado, inclusive, ele conseguiu uma liminar que questionava os procedimentos adotados pela instância nacional do partido para promover a intervenção. A medida anulou a decisão anterior do juiz Jose Alberto de Barros, da 26a Vara Cível de Pernambuco, que determinava a retomada do processo que dissolve os poderes dos emedebistas.

COMENTÁRIOS dos leitores