Etiópia nomeia primeira presidente mulher ao Supremo

Nomeação feminina ao cargo mais alto do poder judiciário ocorreu uma semana depois de uma mulher ter se tornado presidente do país

por Nataly Simões qui, 01/11/2018 - 15:45

O Parlamento da Etiópia nomeou nesta quinta-feira (1º) por unanimidade a advogada e ativista Meaza Ashenafi como a primeira mulher presidente do Supremo Tribunal Federal. A magistrada foi designada para substituir Dagne Melaku, que deixou o cargo para facilitar o avanço das reformas propostas pelo primeiro-ministro Abiy Ahmed.

A designação de Meaza ao cargo mais alto do poder judiciário ocorreu apenas uma semana depois da nomeação da primeira presidente mulher da Etiópia, Sahlework Zewde.

O chefe do escritório do primeiro-ministro, Fitsum Arega, afirmou em sua conta no Twitter que “a manifestação do país em prol da igualdade de gênero em cargos de liderança continua imbatível”.

Antes da nomeação, Maeza atuava como conselheira da Comissão Econômica da Organização das Nações Unidas (ONU) para a África (UNECA). Ela também é a fundadora da Associação Etíope de Mulheres Advogadas – organização em defesa dos direitos da mulher – e cofundadora do banco ENAT, primeira instituição financeira do país a ter propriedade majoritariamente feminina.

COMENTÁRIOS dos leitores