Marido de modelo é preso às vésperas de casamento

Marcella Portugal e Pablo Borges se casariam na igreja nesta sexta-feira (12). A festa, marcada para acontecer no Hotel Fasano, em São Paulo, teria show da dupla Maiara e Maraisa. De acordo com a polícia, Pablo é chefe de uma quadrilha que realizava fraude bancária

qui, 11/10/2018 - 09:53
Reprodução/Instagram A festa, para 800 convidados, ia contar com shows das duplas Maiara e Maraisa e Henrique e Diego Reprodução/Instagram

O marido da modelo Marcella Portugal foi preso na quarta-feira (10) suspeito de fraude bancária. A jovem se casaria com Pablo Henrique Borges, de 24 anos, na próxima sexta-feira (12) no Hotel Fasano, em São Paulo. A festa, para 800 convidados, ia contar com shows das duplas Maiara e Maraisa e Henrique e Diego, além do DJ Jetlag.

Pablo Borges foi preso durante a Operação Ostentação, que foi deflagrada para prender envolvidos em fraudes milionárias contra clientes de instituições bancárias e de crédito. Durante a ação, joias, computadores e carros de luxo foram apreendidos. De acordo com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Pablo é o chefe da quadrilha que teria desviado pelo menos R$ 400 milhões realizando golpes que capturavam informações de clientes de banco, via internet banking e cartões de crédito. O esquema durou um ano e meio.

As investigações duraram três meses. Além de Pablo, outros dois jovens, que não tiveram a identidade revelada, também foram presos. De acordo com o delegado José Mariano de Araújo Filho, da 4ª Delegacia de investigação de crimes eletrônicos, os acusados levavam uma vida de luxo, com carros de luxo e gastos milionários - como uma locação de iate por R$ 40 mil a diária, durante uma viagem à Europa.

Carros de luxo da Ferrari, Lamborghini, Audi, Porsche, Maserati, avaliados em cerca de R$ 20 milhões foram apreendidos durante a operação. Além disso, joias de grifes internacionais e computadores utilizados nas transações também foram confiscados. Entre as joias, de acordo com o Deic, estariam duas coroas cravejadas que foram usadas por Pablo e Marcella em um evento no mês passado que precedeu o casamento deles, que seria realizado nesta sexta. "A operação deve impedir um dos momentos mais altos de ostentação de Borges", disse o Departamento por meio de nota.

COMENTÁRIOS dos leitores