Márcio Goiano quer equilíbrio para controlar ansiedade

Treinador prometeu equipe diferente da que entrou em campo nos três jogos de preparação, mas não revelou qual time vai a campo

por Luan Amaral ter, 15/01/2019 - 09:38
Léo Lemos/CNC Comandante alvirrubro prometeu uma equipe diferente contra o Fortaleza Léo Lemos/CNC

Na noite desta terça feira (15) o torcedor alvirrubro voltará a ter uma competição oficial nos Aflitos. A partida válida pela estreia da Copa do Nordeste será contra o campeão da série B de 2018, Fortaleza. O confronto está marcado para as 21h30.

Com quase dois meses de preparação, Márcio Goiano elogiou a longa pré-temporada e os jogos-treinos realizados. Para o comandante alvirrubro os jogos-treinos foram importantes para observar jogadores; ele prometeu uma equipe diferente contra o Fortaleza.

“Na verdade a gente teve uns com um período longo de treinamento, outros com menos treinos. Tivemos aí três trabalhos para poder fazer algumas observações com relações a alguns atletas. A equipe que inicia o jogo com o Fortaleza é um pouco diferente da equipe que participou desses três jogos que nós fizemos”, confessou Márcio.

Mas apesar de ver benefícios na pré-temporada, o treinador chamou a atenção para outro ponto que pode pesar negativamente contra sua equipe. A ansiedade. Mas Márcio Goiano acredita que a solução está no seu elenco.

“Você tem um período longo para treinar, para trabalhar, mas o principal é o jogo, a gente sabe disso. Temos jogadores jovens e temos jogadores experientes também. Então é uma mescla para controlar a ansiedade de jogar. Todo mundo quer jogar. E chegou esse momento, agora tem que ter tranquilidade, ter equilíbrio”, ressaltou.

Em relação ao adversário da partida, Márcio ressaltou o fato de o Fortaleza estar com moral elevada pelo acesso à elite do futebol brasileiro. O comandante também revelou certa dificuldade para conhecer a equipe do Fortaleza que deve iniciar a partida. Porém acredita em um jogo a seu favor.

“Todo mundo está consciente de que vai enfrentar um adversário que teve um ano muito bom, que conseguiu voltar à série A, manutenção de alguns atletas, contratações de outros atletas. A gente ficou um pouco limitado em relação à equipe do Fortaleza. Tivemos acesso as equipes que treinaram, mas fizeram um jogo-treino que em função de estratégia foi um jogo fechado até mesmo para não dar material para gente. Mas estamos tranquilos, espero fazer um grande jogo”, finalizou

COMENTÁRIOS dos leitores